Polia Variável ou “Roda Livre”

Quebra constante e vibração na correia de acessórios?

A polia encontrada nos motores é um componente que está montado, por exemplo, no eixo do rotor do alternador e, por meio de uma correia de distribuição, faz girar o alternador e os demais componentes, conforme a velocidade da rotação do motor. Essa correia pode ser do tipo trapezoidal ou poly-V.

Alguns veículos são equipados com polia variável ou “roda livre”. Portanto, em funcionamento, o seu miolo, ligado ao eixo do alternador, pode girar em velocidade distinta de seu corpo que está em contato com a correia de acessórios. Essa diferença compensa uma possível vibração excessiva da correia, evitando que ela “pule” das guias da polia.

Os principais problemas encontrados nas polias variáveis são de fácil percepção: elas podem apresentar ruídos e excesso de vibração na correia de acessórios, pode ocorrer o travamento do sistema variável da polia e, em alguns casos, ela pode girar para os dois lados, anulando o efeito variável de compensação da vibração da correia.

Para efetuar a substituição da polia, é necessário utilizar ferramentas específicas, pois ela gira livre e seu encaixe, normalmente, é estriado. Não se esqueça também de verificar o alinhamento de todas as polias e o desgaste nas guias “canaletas”, pois com o desgaste excessivo, as guias ficam “finas” como “facas” e danificam as correias. Nesses casos, as polias devem ser trocadas por peças novas.

É importante ressaltar a necessidade de se substituir as polias variáveis por polias variáveis (e não fixas) a fim de não comprometer seu correto funcionamento.

ATENÇÃO: antes de retirar a correia, observe e anote a posição em que ela passa pelas polias para evitar erro de montagem.

 

 

 

VOCÊ É PROPRIETÁRIO DE UMA OFICINA? Junte-se a nossa rede!