Como testar a bomba elétrica de combustível?

Aperte o play para ouvir este conteúdo:

Preencha os campos abaixo para ouvir este conteúdo e receber nossas novidades por e-mail:

0:00 /

Componente essencial para o sistema de injeção eletrônica de combustível, a bomba elétrica de combustível necessita de alguns cuidados especiais para ter bom funcionamento e durabilidade. Ela é responsável por fornecer o combustível sob pressão do tanque para os injetores do motor, bombeando o combustível de forma constante e pressurizada e proporcionando todas as condições de trabalho em regime de carga, rotação e temperatura.

A bomba de combustível pode apresentar falhas de baixa pressão e vazão e, com isso, comprometer o desempenho do motor. Muitas vezes, acionamos a partida do veículo e ele não pega, tem perda ou ausência de força em subidas ou com carga, o motor “corta a rotação” em altas velocidades e perde a força ao acelerar. Esses são os principais sinais de desgaste que a bomba de combustível apresenta.

Como testar a bomba elétrica?

Primeiramente, verifique as condições da bateria, efetuando os testes de tensão e descarga. Feito isso, verifique a tensão elétrica da bomba de combustível que deve apresentar o mesmo valor de tensão da bateria. Em seguida, despressurize o sistema de combustível e instale o manômetro e o rotâmetro para medir a pressão e a vazão de combustível da bomba. Caso não tenha o rotâmetro, faça a medição em um reservatório graduado. A vazão é dada em l/h. Com o manômetro ainda instalado, faça o teste de estanqueidade. Compare os valores encontrados com as especificações do manual de reparação. Se os valores estiverem diferentes, efetue a substituição da bomba de combustível.

O bom funcionamento da bomba de combustível e do sistema de alimentação dependerá da manutenção preventiva do filtro de combustível, do pré-filtro e da qualidade do combustível.

 

VOCÊ É PROPRIETÁRIO DE UMA OFICINA? Junte-se a nossa rede!